Acontece

Novidade

Esteticistas e Técnicos em Estética deverão ter formação

Com a regulamentação, os profissionais passarão a ter diversos direitos garantidos

Centro Universitário Integrado

publicado em 05/04/2018 11h16 | atualizado em 06/04/2018 07h50

Profissional em Estética trata disfunções corporais, faciais e capilares

Profissional em Estética trata disfunções corporais, faciais e capilares

Foi publicada nessa quarta-feira (4), no Diário Oficial da União (DOU), a lei que regulamenta as profissões de Esteticista, que compreende o Esteticista e Cosmetólogo, e de Técnico em Estética. A lei, sancionada pelo presidente Michel Temer, já está em vigor e considera Técnico em Estética o profissional habilitado em curso técnico na área. Já os Esteticistas e Cosmetólogos serão considerados os profissionais formados em curso de nível superior na especialidade.

Com isso, a formação para exercer a profissão será fundamental. No Centro Universitário Integrado, de Campo Mourão, o curso de Tecnologia em Estética e Cosmética já é uma realidade para região. A coordenadora do curso,Tiara Cristina Romeiro Lopes, diz que a luta pela regulamentação é antiga e vai garantir diversos benefícios. “A regulamentação da profissão é importante porque, através disso, é possível a criação de um Conselho de Estética e Cosmética que fiscalize tanto os cursos oferecidos quanto os profissionais que estão atuando”, explica Tiara.

Além disso, a própria população será beneficiada também. "Com a regulamentação, haverá uma maior fiscalização, que vai garantir a qualidade no trabalho dos profissionais que atuam na área. O profissional de estética é um profissional da saúde e trata disfunções corporais, faciais e capilares. Caso ele não tenha conhecimento adequado, poderá causar danos à saúde do indivíduo", garante Tiara.

Os profissionais com formação técnica prévia em Estética, ou que comprove o exercício da profissão há pelo menos três anos, também terá assegurado o direito ao exercício da profissão, na forma estabelecida em regulamento. Porém, aqueles que ainda não possuem a formação deverão se regularizar. "Muitas pessoas querem sair da informalidade e podem contar com o nosso curso para garantir o acesso à graduação, através do curso de Tecnologia em Estética e Cosmética. É uma área que cria diversas oportunidades", aponta Tiara.

Para conhecer mais sobre o curso de Tecnologia em Estética e Cosmética do Centro Universitário Integrado, clique aqui.