Acontece

Eventos

Faculdade Integrado realiza 13ª Mostra Agronômica para estudantes e parceiros

Trabalhos apresentados possuem potencial para impactar a produção agrícola regional.

Centro Universitário Integrado

publicado em 01/03/2016 17h50 | atualizado em 01/06/2016 17h56

Grupo de estudantes que pesquisou plantas frutíferas e hortaliças

Grupo de estudantes que pesquisou plantas frutíferas e hortaliças

 

 

A Faculdade Integrado, através do curso de Agronomia, realizou, na manhã do último sábado (27), a 13ª Mostra Agronômica. O evento é voltado para o fomento de trabalhos científicos e de extensão elaborados pelos acadêmicos e professores do curso. A atividade contou com a participação dos estudantes, além da presença de empresas parceiras e estandes de apresentação dos resultados. Foram apresentados oito trabalhos nas culturas de soja, milho, controle de plantas daninhas, hortaliças, frutíferas, maquinários e o Programa de Melhoramento Genético de Soja da Faculdade Integrado, todos temas que têm impacto na região de alguma forma.

Segundo o coordenador do curso, Roberto Guarido, a Mostra tem como objetivo promover a interação dos acadêmicos, incentivá-los a fazer apresentações para o público e colocá-los em contato com a prática da extensão rural. “A extensão rural é levar para o agricultor uma técnica ou tecnologia que possa melhorar a sua produção. Com a Mostra eles podem replicar o que aprenderam na pesquisa e aprender a organizar a apresentação”, explicou o coordenador.

 “Realizar estes trabalhos nos coloca em contato com a prática da profissão e complementa a teoria que aprendemos em sala de aula”, destacou Luan Bortolassi Pressinato, que, junto com mais dois colegas, desenvolveu uma pesquisa sobre a influência das plantas daninhas nas culturas de soja e milho. “Observamos que a planta daninha tem uma adaptação muito melhor ao ambiente do que as culturas de soja e milho. Ela sufocou a soja e o milho cresceu, mas não desenvolveu bem”, relatou o estudante Glauber Martins Gomes, que participou da pesquisa. Eles escolheram esse tema por ser um problema recorrente na região.

Já a acadêmica Lucimara Koliska fez parte do trabalho sobre a frutífera Physalis. “Essa fruta tem alto valor agregado e sua mão de obra a faz viável para o pequeno produtor, que terá condições de cultivá-la e ainda ter uma boa rentabilidade”, explicou. Segundo ela, o quilo da fruta custa de R$ 30 a R$ 60 para o consumidor. “Estamos fazendo testes e desenvolvendo o cultivo para implantar na nossa região”, comentou.

Integrado Melhoramento Genético de Soja

Um dos trabalhos apresentados na Mostra foi o Programa de Melhoramento Genético da Faculdade Integrado. O professor responsável, Lucas Silvério, explicou que o objetivo do programa é melhorar a qualidade das sementes de soja utilizando o conhecimento científico dos acadêmicos. “Após obtermos o resultado, nós enviamos para a sementeira que faz a comercialização”, relatou. Para os acadêmicos, a participação nesse trabalho coloca-os em contato direto com a prática profissional. “Levamos uma relação bem profissional, para que ele saiba como funciona fora da Instituição. Quem participa e se destaca desperta o interesse de empresas da região”, comentou. Ao todo, são 10 estudantes que participam diretamente e outros 15 que participam em projetos isolados.