Acontece

Eventos

Evento no Integrado discute o combate à Febre Amarela

Roda de debates contou com representantes de 4 cursos da Instituição, além de profissionais da saúde

Centro Universitário Integrado

publicado em 29/03/2018 14h29

Acadêmicos do Centro Universitário Integrado se reuniram na noite dessa quarta-feira (28) para discutir o combate à Febre Amarela. Com o tema: "Desmistificando a Febre Amarela", a roda de debates reuniu estudantes e docentes dos cursos de Enfermagem, Medicina Veterinária, Ciências Biológicas e Medicina, além da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Mourão, 11ª Regional de Saúde, Unimed e Santa Casa de Campo Mourão. O evento continua nesta quinta-feira (29), no Câmpus do Integrado.

No primeiro dia de evento, diversos profissionais de saúde e docentes compartilharam informações e conhecimentos sobre a doença. O principal objetivo da roda de debates foi discutir e aprofundar o assunto, para quebrar alguns mitos sobre a Febre Amarela. Para a professora responsável pelo evento, a coordenadora do curso de Enfermagem, Damiana Guedes, essa é a ideia fundamental. “Nós precisamos conhecer a doença e preparar o nossos futuros profissionais para enfrentar essa questão. Nós não tivemos nenhum caso no Estado do Paraná, mas nem por isso podemos descuidar dessa questão", comenta Damiana.

Além de conversar sobre a doença, a roda de debates é importante ainda para apresentar e combater alguns mitos criados em torno da Febre Amarela. Só para citar apenas um exemplo, muitas pessoas ainda acreditam que o macaco é quem transmite a doença, quando na verdade ele é tão prejudicado quanto os seres humanos. "O macaco não transmite a Febre Amarela. Na verdade, ele é o que nós chamamos de um sinalizador, um sentinela das matas. Quem transmite a doença, inclusive infectando o macaco, é o mosquito", esclarece Damiana.