Acontece

Eventos

Acadêmicos de Direito discutem cyberbullying com alunos do Colégio Integrado

Atividade faz parte da disciplina de projeto integrador

Faculdade Integrado

publicado em 09/11/2017 11h21

O bullying cometido na internet foi assunto tratado entre os acadêmicos do 2º período de Direito do Centro Universitário Integrado e alunos do 3º ao 8º ano do Ensino Fundamental do Colégio Integrado na manhã de quarta-feira (8).  A atividade faz parte da disciplina de projeto integrador do curso superior e abordou os tipos de bullying, consequências do ato e o relato de dois casos reais.

De acordo com a professora responsável pelo projeto, Priscilla Prado, o cyberbullying é a modalidade desse problema mais comum hoje em dia devido ao grande alcance das redes sociais, por meio de compartilhamento de fotos e mensagens, que resultam em muitas consequências para a vítima. Para ela, o cenário nacional e internacional é preocupante e o assunto deve ser cada vez mais discutido e esclarecido. “A gente vê cada vez mais casos. Percebemos que muitas pessoas usam as redes sociais sem responsabilidade nenhuma; não têm ideia das consequências. Acham que, com um clique, um compartilhamento, não está causando problema nenhum. Mas temos que saber que estamos tratando de pessoas, de vidas”, explica a professora, detalhando a importância de trabalhar esse assunto com crianças e adolescentes. “Buscamos prepará-los, mostrando que eles têm responsabilidades sim. É importante conversar sobre o assunto para evitar que novos atos de bullying aconteçam”, destaca.

A professora Priscilla ressalta que os alunos que cometem bullying podem ser penalizados de várias maneiras. “Os autores podem sofrer sanções pedagógicas dentro do ambiente escolar e serem responsabilizado civilmente, e quem vai arcar com isso são os pais. Dependendo do ato que esse adolescente venha a cometer, os pais podem ter de vir a pagar uma indenização. Também existe a questão da responsabilização criminal, quando um ato se enquadra como infracional, o menor de idade responde conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente, podendo resultar em várias consequências, inclusive em internamento”, explica a professora.

Para a acadêmica Ashlei Beatriz, muitas crianças e adolescentes não têm ideia de como essa questão pode afetar ao próximo e também o seu próprio futuro. “O bullying pode causar até outros tipos de violência que podem sair do controle da própria escola. Esse foi o principal motivo que nos levou a trabalhar o tema com os alunos. Já para a nossa formação, esse tipo de atividade é de grande importância, pois compartilhar essas informações com os alunos e professores do Colégio agrega muito na nossa vida acadêmica”, finaliza a acadêmica.


O que é bullying?
Bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo bullying tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão, brigão. Mesmo sem uma denominação em português, é entendido como ameaça, tirania, opressão, intimidação, humilhação e maltrato. (Fonte: Portal Nova Escola)