Acontece

Ensino

Engenharia de Produção está entre os 18 cursos ofertados pela Faculdade Integrado

Curso traz possibilidades de empregos em vários setores do mercado.

Faculdade Integrado

publicado em 03/03/2016 18h07

Acadêmicos do curso de Engenharia de Produção em aula no Laboratório de Física

Acadêmicos do curso de Engenharia de Produção em aula no Laboratório de Física

Com a automação industrial, onde as máquinas estão cada vez mais presentes no dia a dia, e o aumento da concorrência, as empresas precisam ter diferenciais para obter bons resultados. É nessa hora que entra em cena o engenheiro de produção. O papel desse profissional é fazer a gestão da mão de obra e ajudar a aumentar a produtividade. “Na área industrial, ele vai ser requisitado para diminuir custos, aumentar lucros e produzir mais rápido”, explica Rubya Vieira de Mello Campos, coordenadora do curso de Engenharia de Produção da Faculdade Integrado. O engenheiro de produção é capaz de gerenciar a parte de recursos humanos, financeiros e industriais dentro de uma empresa, por isso têm encontrado boas oportunidades no mercado de trabalho. “O diferencial é que esta engenharia tem um leque muito grande de oportunidades e eu acredito que isso é o interessante. Ela é bastante administrativa”, completa Rubya.

A Engenharia de Produção possui dez grandes áreas, entre elas estão a engenharia do trabalho; engenharia do produto; pesquisa operacional e engenharia de operações. É nessa última área que o acadêmico do 5º período, Tiago Detrudes da Costa, 28 anos, quer atuar. Ele trabalha há doze anos no ramo metal-mecânico, que sustenta toda a rede industrial, e já aplicou conceitos aprendidos em sala de aula no trabalho. “Eu consigo levar para a fábrica algumas ferramentas que são apresentadas para nós durante o curso e assim minimizo os custos e aumento a produtividade”, comenta.

A acadêmica Gislayne de Lima, 26 anos, também estudante do 5º período, quer trabalhar na área de educação em engenharia de produção, plano totalmente diferente do traçado pelo colega Tiago. O objetivo dela é construir uma carreira acadêmica. “Assim que eu me formar eu já pretendo iniciar um mestrado para poder começar a lecionar”, afirma.